• LEODIAS

Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira


Eu acredito que todos na vida têm um dom. Mas quando o assunto é droga, TODOS os viciados em cocaína têm em comum o “dom” da mentira. No início do contato com a droga, então, eles adquirem os primeiros aprendizados: especialmente mentir para os pais e amigos. É através da mentira que eles se protegem: por medo, por tristeza e acabam criando um próprio mundo totalmente baseado na mentira. E com o perdão da palavra: FUDEU! O viciado mente tanto, mas tanto, que ele acaba acreditando na própria mentira e, pior, isso dura anos... Tem viciado que morre jurando de pés juntos que consegue parar de cheirar a hora que quiser...coitado.

Aliás, o momento mais importante no tratamento do vício, como em qualquer vício, é a hora que a ficha cai. Demora. Demora muito. Geralmente o viciado só percebe que é adicto quando não consegue mais cumprir as tarefas do dia a dia. E aí, as mentiras ficam cada vez mais surreais. Eu lembro de um dia que eu simplesmente não apareci para trabalhar nem dei sinal de vida quando era colunista do EXTRA: eu inventei que sofria de síndrome do pânico. Foi a primeira ideia que veio à minha cabeça. Era a doença “da moda”. Como eu era idiota. A redação inteira já sabia da minha adicção e comentava pelas minhas costas.

Acredite no que eu estou dizendo: quando você admite para si mesmo que você tem um problema e precisa de tratamento, sua vida melhora muito. Não se importe com o que as pessoas vão pensar. Minha tia, por exemplo, disse que foi a “maior decepção da vida dela”. Lamento por ela, que não teve vida própria para ter uma decepção para chamar de sua.

À medida em que eu fui ficando famoso, (e continuava escondendo o meu vício), o meu telhado de vidro só aumentava. Um belo dia, Fabiola Reipert me liga pra contar que um famoso que me odiava contratou até um detetive para me flagrar cheirando e queimar a minha imagem. Tadinho, gastou dinheiro à toa.

E aí, era assim: todo famoso que queria me atacar, mencionava a droga. Um cantor postou um vídeo cheio de tiques nervosos. Um outro, coitado, que bate na própria mulher, fez um vídeo ridículo me chamando de cheiradopr. O último e mais desavisado foi o paI de uma cantora. Ela ficou muito puta com ele, obrigou o pai a pedir desculpas mas, como sempre, não quis se meter na história para não prejudicar a venda de seus produtos.

Resumo: sou viciado, sim. E hoje quem quer me atacar de verdade tem que procurar outro assunto. Eu simplesmente desarmei os meus inimigos.

Faça isso também! Fale com a sua família, exorcize seus demônios... Acredite: você vai tirar uma tonelada das costas.

0 visualização